Pesquisar este blog

Seguidores do Nosso Bloguinho - Mural Blogger

Inventor de Poesia

 Margarete Solange ...................
.
Os poetas não são simples mortais,
São diferentes, sensíveis demais.
Morrem de amores, ressurgem em poesias.
Um poeta não mente nem exagera jamais.
Ele realmente sente o que sente!
Secreto e inconstante como o mar,
Finge que é transparente,
E se expõe em versos e prosas.
Diz o que os outros sentem,
Como se sentisse também,
E diz tão bem que convence.
O poeta diz e se contradiz,
Mas não mente...
Desmancha-se em versos tristes,
Porém não é infeliz nem melancólico sempre...
É que para ele uma gota de dissabor
É motivo para rios de poesias sentidas,
Que agrada a uns e desagrada a outros.
O poeta é como vinho...
O poeta é um inventor como outro qualquer.
.

*     *     *
Fontes

Margarete Solange. Um Chão Maior. Santos Editora, 2001.

Margarete Solange. Inventor de Poesia: 
Versos Líricos. Queima Bucha, 2010.


.