Pesquisar este blog

Seguidores do Nosso Bloguinho - Mural Blogger

terça-feira, 28 de setembro de 2010

Retrato Aparente

Margarete Solange
.

Ninguém sabe de mim, ninguém!
Nem eu mesma sei se é verdadeiro
Esse rosto escrito no espelho.
Talvez eu não seja assim,
Como ele pensa que eu sou.
Tão somente mostra meu rosto aparente,
Não pode mostrar um retrato
Do avesso do meu ser.
Para cada momento,
Tenho um jeito diferente de me comportar,
Mais de um tom de voz,
Infinitas maneiras de olhar
E enxergar as coisas.
Em certas ocasiões, oferto o melhor de mim;
Noutras, entrego-me às minhas imperfeições.
Nem sempre agrado, bem sei:
Não depende só de mim...
Uso a distância para me proteger
Das diferenças individuais.
Sou parecida com tanta gente:
Uma combinação de bondades
E outras qualidades que
Nem sempre são virtudes.


Fonte: Margarete Solange. Inventor de Poesia: Versos Líricos.
Queima Bucha, 2010.

Agora responda: Você também é assim?
Às vezes oferta o melhor de si, noutras se entrega as sua imperfeições?
Você concorda que as pessoas são uma combinação de bondade e outras qualidades que nem sempre são virtudes? Queremos saber sua opinião, porque aqui neste nosso estimado bloguinho, sua participação através do seu comentário é fundamental.

.

11 comentários:

  1. Eu pensei que vc estava falando de mim.Sou desse jeito,no momento estou me recolhendo para não magoar outros,ñ que eu queira isso,é que são tantas as dificuldades q/ chego a me isolar.Outras quero ajudar todo mundo,outras vezes quero rir muito,outras chorar.Nem eu sei quem sou.Em fim sou desse jeito do poema.Mas gosto de todo mundo de tal forma a fugir pra ñ decepcionar.Belo poema,eu me entendo agora.Vc tem que fazer psicologia imediatamente,vc fala pra universidade que já pagou um monte de matéria,inclusive o estágio,daí vc termina logo.
    xero Margarete.

    ResponderExcluir
  2. Essa poesia reflete muito do que somos. Posso dizer que tbm sou assim. Nem sempre agrado os outros nas coisas que faço ou até mesmo no meu jeito. Muitas vezes o que achamos que são qualidades e virtudes em nós, o outro ver o contrario. Na verdade é difícil agradar. Bela poesia.

    ResponderExcluir
  3. Risos. Vc é muito divertida, Nadijane. É isso mesmo, a obra reflete o leitor. Creio que esses altos e baixos que temos fazem parte dos males do temperamento. Pelo que percebi somos parecidas. Um grande abraço

    ResponderExcluir
  4. Acho que... sei lá. Parece que a autora leu a mente de todo mundo. É verdade que todo ser humano é inconstante e é mais fácil conhecer os outros do que a si mesmo.

    ResponderExcluir
  5. É isso mesmo, Leon, vc é um filósofo. Bj amor.

    ResponderExcluir
  6. As férias deixou aninha mais amável.Ainda bem né Leon?
    Beijos pra todos.

    ResponderExcluir
  7. Oi, Nadj, eu sempre sou super-amável, mulher.Aliás EU sempre sou super-tudo.

    Agora, capta ai meu novo comentário com base no texto da autora Margarete:
    Esse negócio de “Retrato Aparente” que a autora fala é muito sério, por exemplo, eu sei que quando vocês olham pra essa minha foto no perfil enxergam unicamente uma minhoquita verde com um enfeite vermelho no pescoço, mas quando eu me olho no espelho “o rosto que vejo escrito” como diz a autora, é o rosto lindo e maravilhoso da Angelina Jolie. Ai, Ai!!! (suspiro). Será que quando a Angelina Jolie se olha no espelho ela se acha parecida comigo?! Vou ter que entrevistá-la para saber.
    Big bj da Super-EU!!!

    ResponderExcluir
  8. Bela poesia, se encaixa para cada pessoa. Tem dias que a gente tá assim... feliz e sorridente, mas tem dias que a gente quer se esconder de Deus e do mundo pra não ouvir, e nem tá dizendo, para não machucar ninguém e nem ouvir o que a gente não quer ouvir. Pois é, essa poesia fala para todos nós.

    ResponderExcluir
  9. Eu me considero assim, e acho que todos tem qualidades e imperfeições, afinal perfeito só Jesus

    ResponderExcluir
  10. Cada pessoa tem um temperamento predominante e reage a diferente à diversas situações. Mas acho mesmo que devemos ser autênticos e agir conforme nossa originalidade, sem levar em consideração o que estão pensado de nós, afinal a vida é nossa e não dos outros.

    ResponderExcluir