Pesquisar este blog

Seguidores do Nosso Bloguinho - Mural Blogger

quarta-feira, 6 de outubro de 2010

Encontro com a Autora

Escritora Margarete Solange e Alunos da Escola Palas Atena
Ontem, terça 05 de outubro estivemos no Colégio Palas Atena para participar de um encontro entre a escritora Margarete Solange e estudantes do turno vespertino. Essa escola adotou como paradidático para trabalhos com leitura o livro Inventor de Poesia Infantil: Fantoches e Poesias. No final de 2009, sob orientação da professora Mídia Borges, alunos do sexto ano dessa escola participaram de uma pesquisa na qual leram e analisaram a obra citada que, na época, estava sendo preparada para publicação. Os comentários dos alunos sobre a obra da autora Margarete constam nas últimas páginas desse livro publicado pela editora Queima Bucha em janeiro de 2010. Nos arquivos deste blog, na postagem em 25 de março, encontra-se publicado o último item da pesquisa no qual as crianças emitem um breve parecer sobre a obra analisada. No ano em curso, a obra está sendo trabalhada pelo professor Államo em atividades de leituras com alunos do sexto ano. No encontro com a autora, mediado pela diretora Sueli e os professores de português Államo e Mídiã, os alunos fizeram perguntas e recitaram algumas das poesias do livro adotado. Ao final do evento, a escritora Margarete Solange deixou como registro desse encontro uma breve dedicatória nos livrinhos de seus leitores infanto-juvenis. Fizemos registro do evento através de anotações e fotografias. As crianças tiveram uma ótima participação como entrevistadores e também recitando as poesias. Tudo estava indo muito bem até que perguntaram se a poesia “O Burrinho e a Ovelha” estava entre as favoritas da autora, ela se empolgou e contou para garotada que ela e eu emprestamos nossas vozes para esses dois personagens no teatro de fantoches. Não deu outra, as crianças fizeram questão de nos ouvir. Apresentei minhas desculpas, mas não teve jeito. Em coro nos pediam para fazer a apresentação da poesia fazendo as vozes dos bichinhos. Sem a proteção da boca de cena (o palquinho para fantoches) não fiquei à vontade, tive uma crise de riso e quase a voz do burrinho não sai. Até então eu estava me sentindo tão à vontade escondida nos bastidores desempenhando tranquilamente o papel de fotografa e escrivã... Pois é, ossos do ofício, fazer o que? Adorei!! Foi um encontro rico e divertido.



Big beijo pessoal
.

8 comentários:

  1. A matéria tá magnífica. Muito bom ver o interesse dos alunos pelo livro. Parabéns a escola pela iniciativa, o livro Inventor de poesia é realmente muito bom. Meus filhos gostam muito e eu também.

    ResponderExcluir
  2. Que delícia de matéria!Essa escola está de parabéns,trabalhar as obras da escritora Margarete Solange de Moraes é um enriquecimento muito bom de leitura pra alunos nesta faixa etária.Parabéns à todos que participaram dessa festa.

    ResponderExcluir
  3. Muito legal esse momento. Acredito que esses leitores ficaram satisfeitos por terem a oportunidade de discutir a obra com a própria autora. Não, é sempre que se tem essa rica oportunidade. Parabéns, a materia está ótima.

    ResponderExcluir
  4. Ouvi dizer que fui citado e que as crianças fizeram perguntas sobre mim... legal! Mas vê se não se esquecem de me levar junto da próxima vez, hein?! Ora bolas, eu sou peça fundamental nessa turma ou nesse bando, como preferir. Não estou nada, nada satisfeito. Eu queria ter tirado fotos com esses meninos e meninas, eles parecem tão legais.

    ResponderExcluir
  5. Concordo com vc Leon.Eu no seu lugar faria greve por tempo indeterminado,deixaria de participar desse blog e do seu.Legal minha idéia?kkkkk

    ResponderExcluir
  6. Muito obrigada gente!!! as crianças eram realmente legais. Leon, da próxima vez agente vê se arruma um espaço pra vc no carro, mas infelizmente nossa estrela Aninha não pode ir, pq do jeito que ela é vai querer brilhar sozinha e os outros fantoches não terão oportunidade.

    ResponderExcluir
  7. É muito interessante esse trabalho que dar oportunidade aos leitores de ter um contato direto com o autor da obra lida. Acredito ser muito rico a oportunidade dos estudantes fazer suas perguntas e conhecer detalhes sobre a construção da obra e satisfazer suas curiosidades sobre o escritor e a obra.

    ResponderExcluir