Pesquisar este blog

Seguidores do Nosso Bloguinho - Mural Blogger

terça-feira, 26 de outubro de 2010

Lázaro

Margarete Solange

Lázaro, onde estás agora,
Dormes sendo dia?
E teus amigos choram.
Tuas irmãs Marta e Maria
Avisam ao Mestre para vir te ver,
Mas Ele tardou, por quê?
Agora não adianta mais...
O moço jaz numa tumba fria,
Nada mais pode ser feito,
Não tem jeito.
Há somente uma esperança:
Ressuscitar no último dia.
De repente uma visita se anuncia.
O amigo tardou, mas veio...
Ele não esquece os seus.
Maria, o Mestre te chama.
Marta, o Mestre te ama.
Vem, senta-te aos seus pés...
Triste dia em Betânia,
Aldeia de Marta e de Maria,
Jesus chorou por aqueles
Que não tinham fé.
– O morto já cheira mal...
Para o mestre não importa
Quanto tempo faz,
Quando Ele chega ao que crer,
Tudo pode acontecer.
Não tardes quando o
Mestre te chamar:
Lázaro, vem para fora.
Lázaro, vem sem demora..
Lázaro, o mestre te chama!
Tirai a tirai...
Não duvides, vem!

Margarete Solange. Inventor de Poesia: 
Versos Líricos. Queima-Bucha, 2010.




12 comentários:

  1. Linda poesia, imaginei a cena maravilhosa. Coisa linda, essa poesia nós faz reviver esse momento, como se estivéssemos lá naquele dia. E revive em nós a esperança de que o Mestre Jesus chega na hora certa, qndo não parece ter mais jeito.

    ResponderExcluir
  2. Eu sempre me alegro quando leio a história de Lázaro na bíblia e depois continuo a me alegrar lendo esta espetacular poesia,ambas me dão força para lutar contra o inimigo que insiste em assolar minha casa,está amarrado em Nome de Jesus.Eu sou uma mulher sábia.parabéns mais uma vez a autora por esse espetáculo de leitura.

    ResponderExcluir
  3. Bela poesia, faz-nos reviver um momento muito importante quando Cristo prova o seu infalível poder.

    ResponderExcluir
  4. É muito bom e incrível quando Jesus nos socorre num momento em que achamos que não tem mais saída... não tem mais jeito. Ele faz coisas grandiosas que não se pode esquadrinhar; e tantas maravilhas que não se podem contar. Jó. 5.9

    ResponderExcluir
  5. Há alguns meses quando esta poesia foi publicada no blog penso e falo e deixei lá o seguinte comentário que aproveito para repetir aqui mesmo já tendo opinado anteriormente:
    Essa história da bíblia é muito bonita, quem dera eu estivesse lá para vê esse grande milagre que Jesus fez. Em minhas simples palavras, a poesia é inspirada, bonita e bem escrita.

    ResponderExcluir
  6. Poesia magnífica. A gente fica emocionado quando lê. As palavras tocam bem fundo na gente.

    ResponderExcluir
  7. Oh Maria que saudades!beijos mil no seu coração.Eu sempre choro quando leio essa poesia,deve ser Deus me tocando.

    ResponderExcluir
  8. Pois é, Nadij tem a ver contigo sim. Certamente Deus quis que você lesse essa poesia. Porque na verdade eu ia postar uma outra: "Apenas Pó" no entanto, ao ler seu email mudei de ideia porque ela ia te deixar ainda mais tristinha, então escolhi essa que traduz fé e esperança. Bjão, querida. Dios te bendiga!

    ResponderExcluir
  9. Essa poesia é muito linda, nos mostra o quanto Deus é poderoso, e pode tudo, que ele pode todas as coisas e náo há nada dificil nesse mundo que ele possa resolver. Ele é o Deus dos impossiveis, é por isso que eu amo esse Deus maravilhoso... Lázaro é um nome muito lindo, é tão lindo que é o nome do meu pai...

    ResponderExcluir
  10. Obrigada amada.Deus sempre te usando pra falar comigo.

    ResponderExcluir
  11. O máximo essa poesia, linda. Embora esse nome Lázaro ñ me traga boas recordações pq antes de Leon tive um namorado com esse nome e ele ñ foi muito legal, ñ me valorizou o quanto deveria, depois ainda casou com outra... Ah, mas eu tbm vou casar um dia. O q importa é que a poesia é fabulosa, se pudesse trocar o nome...

    ResponderExcluir
  12. Bela poesia! É! Nem a morte é capaz de vencer nosso Deus. Ao ressucitar ao terceiro dia, Ele a derrotou para sempre.

    ResponderExcluir