Pesquisar este blog

Seguidores do Nosso Bloguinho - Mural Blogger

quarta-feira, 18 de julho de 2012

Amigo

                                                  Margarete Solange .
Quando amamos um amigo
E esse amor é verdadeiro, jamais acaba.
Não se apaga com o sopro do vento,
Não se perde com o tempo,
Nem some à distância...
Se o amigo sofre,
Sua dor nos aperta o peito.
Quando vence, nos alegramos de sua vitória.
Não o consideramos semelhante às pessoas comuns,
E ele é verdadeiramente alguém especial e raro.
Se nos magoa, rapidamente esquecemos suas ofensas
Se o ferimos e não nos perdoa,
Somos terrivelmente atormentados
pelas lembranças alegres
dos dias em que sorrimos juntos.
Mas mesmo assim lhe desejamos
todo bem desse mundo.
E, pelo resgate de sua amizade,
Daríamos metade de nosso tesouro.

*    *    *

Fonte: Margarete Solange. 
Um Chão Maior.  
Santos Editora, 2001..

sábado, 7 de julho de 2012

King Salim está no FocinhoBook

King Salim está no FocinhoBook. 
Para interagir com King Salim, você precisa primeiramente se cadastrar no focinhoBook. Cadastre-se...

King Salim
Labrador solteiro e fofo. Estudante de Traquinagem.
Late em Português Brasileiro e Espanhol.
Trabalha atualmente em Aprontagens Máximas.
Hobby: acertar o meio do focinho das pessoas
com o seu. Quando insistimos com paciência ou oferecemos algo em troca, ele executa alguns comandos. Depois pula na cara do treinador. 



 Atividades Recentes            
Fotos
Infância 





Puro Charme








 Amigos de King 
    Aninha      Leon Fdez        Nadijanita    Joanita Bonita   Lalita Bonita   Marina Bravia  Nina Mélan 


Opções "Curtir"          



Texto e Fotos de Marina Bravia.
Todos os direitos reservado a autora.
King significa rei em Inglês 
Salim (Árabe) significa esperto, saudável.













segunda-feira, 2 de julho de 2012

A Formiguinha Vitória

de Margarete Solange 
Tum, tum, tum
As formiguinhas
Sobem e descem
Numa filinha.
Tum, tum, tum
Cortam a folhinha.
Um, dois, três...
um, dois... um, dois...

Um montão de operárias
Parecendo soldadinhos
Marchando ligeiro
Pra chegar ao formigueiro.
Tum, tum, tum
Cai a folhinha
Daquela que é menorzinha.                                   

Não desiste
Se levanta...
Tum, tum, tum
Segue em frente
Cai com a folha
Novamente.

Tum, tum, tum
Mesmo sozinha,
Vitória,
A formiguinha,
Conseguiu seu ideal
Tum, tum, tum
Ela insistiu,
Não se cansou,
Nem desistiu!



Fonte:
Margarete Solange.
Inventor de Poesia Infantil: 
Fantoches e Poesia.
Queima Bucha,
 2010. p 23
Ilustrações de Jorge Davi