Pesquisar este blog

Seguidores do Nosso Bloguinho - Mural Blogger

sábado, 23 de outubro de 2010

Ler e Escrever se aprende brincando

Sexta feira, 23 de outubro, fomos convidados para estar na Escola Municipal Professora Elza F. de Sena para participar do encerramento do projeto “Ler e Escrever se aprende brincando". 
Para o desempenho de suas tarefas no decorrer do projeto, cada sala escolheu um autor brasileiro relacionado a literatura infanto-juvenil. Na abertura da exposição dos trabalhos, a professora Gilvani inicia falando da importância do projeto e de como foi interessante e proveitoso. Em seguida, sua turminha apresenta para as demais o cartunista Maurício de Souza e sua obra. Os alunos leram pequenos textos nos quais falavam que o artista começou seus trabalhos com os personagens Bidú e Franginha, e que depois vieram os demais. Numa brincadeira de roda, cada aluno apresentou um dos personagens do autor dando ênfase aos mais conhecidos: Cebolinha, Mônica, Magali e Cascão.
A professora Magnólia do 2º ano estudou com seus alunos as poesias de Cecília Meireles destacando em sua introdução que o belíssimo trabalho da poeta agrada não só as crianças mas a todos. A aluna Alice recita um trecho da poesia "Instantes" que diz. “Eu canto porque o instante existe e a minha vida está completa. Não sou alegre nem sou triste, sou poeta.” Encerram a apresentação da turma com a poesia “Ou isto ou aquilo”.
A professora Laine do 3º ano introduz seu trabalho dizendo que achou interessante escolher um autor que fosse representante de nosso estado, e que o fato de ter convidado a autora para estar presente no evento causou grande expectativa entre os alunos. E que foi bastante proveitoso os trabalhos realizados em forma de leitura de poesias, desenhos, pinturas etc. Os alunos pintados e usando aventais coloridos encenaram a poesia “Vinde a Mim” do Livro Inventor de Poesia Infantil da autora Margarete Solange trabalhado durante o projeto.
Na seqüência, a aluna Andréa de 9 anos entrevista a escritora, iniciando por questões  biográficas e encerrando com  a pergunta "por que você escreve?".  A autora diz que esse dom que vem Deus surgiu em sua vida desde os primeiros anos quando ela não sabia nem mesmo o nome e significado daquilo que escrevia. 
Convidada a deixar uma mensagem para os estudantes, ela diz:

"A mensagem que deixo para vocês é a seguinte: vocês estão indo no caminho certo. Creio que o fundamento da vida, de tudo, é ler. Ler leva a escrever, a se posicionar, a querer crescer. Então nunca deixem de ler. Leiam agora o que a professora mandar ler, mas sempre estejam lendo... a vida inteira, até velhinhos, porque a leitura é a coisa mais importante da vida para fazer a gente crescer, para nos dar conhecimento, e o conhecimento é uma grande riqueza. "
É isso aí, sábias palavras, não acham, crianças?!
Por fim, os alunos do 4º ano da professora Maria dos Anjos, apresentam seus trabalhos sobre a escritora Ruth Rocha, educadora e jornalista com livros publicados em 9 idiomas, sendo uma das escritoras mais conhecida entre os autores brasileiros.
Alguns dos trabalhos criados no decorrer do projeto foram afixados nas paredes.
Encerrando a exposição do projeto, o aluno Alan Café totalmente desinibido canta a música “Como Zaqueu”. Ficou bonito! Parabéns ao pequenino e a escola Professora Elza de Sena representada pela diretora Leide Maria Nunes e supervisora Delvani.
Após a exposição de seus trabalhos, os alunos do 1º, 2º, 3º e 4º ano assistiram as poesias “Questões de Lógica Infantil”, “Jesus Bebezinho”, “G ou Z” , “Fazendo Amigos”, dentre outras do livro Inventor de Poesia Infantil cantadas e recitadas pela autora e seus amigos fantoches. 
No início da apresentação, enquanto montávamos o nosso palquinho para a atuação, a autora contou para a garotada a história do fantoche Leon Fernandes, que eram uma bolsinha de criança e transformou-se em um fantoche muito introme... opa! quer dizer muito inteligente. Tanto é, que trabalha conosco como repórter escrevendo para nós matérias e brincadeiras, comentando as postagens e interagindo com as pessoas nesse nosso gracioso bloguinho. 
Pois é, ele adora aparecer: cheio de vida deu um jeitinho de aparecer nas fotos como ator principal. Nos bastidores Layse e Rafaela deram vida a bicharada, mas a autora e eu também estivemos por lá emprestando nossas vozes a alguns bichinhos.
Como o nosso estimado fotógrafo Irakitã não pode nos acompanhar, alguém tinha que fazer a sua tarefa, não é mesmo? E adivinha só quem foi a fotógrafa?
Grande abraço para as crianças, professores e funcionários da Escola Elza de Sena que realizam esse projeto belo e edificante, em especial a professora do 3º ano Laine Cristina e seus alunos que trabalharam com o livro Inventor de poesia Infantil da autora Margarete Solange. 
Foi bom demais professora Laine, nós adoramos!
A todos que sempre comparecem, lêem e se divertem nesse nosso querido bloguinho um beijo carinhoso de toda turma.
UAU!!!
.

15 comentários:

  1. Que belo da trabalho realizado pelos alunos,professores e a trupe da escritora Margarete Solange.Parabéns!Se toda escola que trabalhe com crianças fizesem um trabalho como este não estávamos vendo hoje alunos no ensino médio sem querer ler e sem saber ler,muitos não sabem nem escrever.Dá dó.Fiquei tão feliz!Advinham porque... Leon vc aí,rafa tmb,foi tudo de bom,tenho certeza.Leon fizesse sucesso hein?Vc merece....Eu vou tá presente um dia eu sei que vou.As fotos ficaram otimas mesmo ñ sendo tiradas pelo fotógrafo efetivo.felicidades pra todos,lindo trabalho!

    ResponderExcluir
  2. Valeu, senhora Nadijane, fiz mesmo um sucessão. A autora iniciou contando minha história. Na maior moral! Depois fui dar pitaco nos bastidores. Eu sou assim tipo... o diretor, compreende? Tenho que estar por perto dando as coordenadas. Eu sou d+... eu sou CARA!

    ResponderExcluir
  3. Oi, gente. Adorei esse trabalho. As crianças foram maravilhosas em suas atuações. Achei o projeto “Ler e escrever se aprende brincando” muito interessante, aprecio por demais trabalhos com leitura. Gostei bastante da recepção da Escola Professora Elza de Sena. E adorei ter conhecido pessoalmente a professora Laine que trabalhou com meu livrinho Inventor de Poesia Infantil nesse projeto. Ela entrou em contado conosco, falou sobre o projeto e nos convidou para estar presente no encerramento do evento, um doce de pessoa. Grande abraço, Laine, pra você e todos que fazem a Escola Elza de Sena.

    ResponderExcluir
  4. Leon, baixa a bola! Bem, adorei o trabalho na escola, é um projeto importante, parabenizo a escola pela iniciativa. E a nós que estivemos lá, foi muito bom. Achei importante a escola ter escolhido trabalhar um autor da terra e ter escolhido nossa escritora Margarete.

    ResponderExcluir
  5. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  6. Conheço um cara que diz que devemos ensinar as crianças o caminho por onde elas devem andar, e tb dizer por ai que é de pequeno que se torce o pepino. Pois muito que bem a EMP Elsa F. de Sena acertou duplamente: seguiu ensinando o hábito da leitura e a valorizar nossas riquesas (nada de importados) nota dez pra essas sábias professoras.
    Agora mudando de assunto:
    Aninha saiu de féria e deixou Leon em seu lugar??? Perdi algum capítulo dessa novela???
    Porque ele tá assim, tão izibido???

    ResponderExcluir
  7. Josy, na verdade LEON nasceu izibido! kkkk

    ResponderExcluir
  8. As crianças precisam mesmo de uma motivação para desenvolverem o hábito da leitura, e essa é uma excelente ação da autora para despertar esse desejo de ler.

    ResponderExcluir
  9. Trabalho magnífico. Só da gente olhar fica encantado. É um dom brilhante essa criatividade de escrever poesia e apresentar com fantoches. Parabéns ao Colégio Elza de Sena que procurou uma escritora nossa para representar em seu projeto e divulgar os trabalhos dessa autora.

    ResponderExcluir
  10. Leon Fdes disse...
    Obrigaduuu, tia pela parte que me toca. E saiba que o seu blá-blá-blá me tocou em quase todas as partes... no magnífico, na criatividade, no brilhante, no fantoche, no encantado, etc... heheheheh

    ResponderExcluir
  11. Esse trabalho realmente foi magnifico, foi otimo, as criancas se divertiram bastante, riram bastante, e adoraram Leon, apesar dele se achar, mais ele é bonito mesmo né... Um Abraco para essa autora que com sua docura toca os coracoes das pessoas e da criancada...e um xeirao para a Escola Elza F., e que continuem incentivado a criancada na leitura...

    ResponderExcluir
  12. Em nome de toda a equipe da escola E.M.Elza Sena,venho a agradecer a autora Margarete e sua talentosa equipe q nos prestigiaram com tanto carinho,vindo a abrilhantar nosso projeto,agradeço também os comentários carinhosos,e em meu nome eu falo,gente é responsabilidade nossa tentar fazer um mundo melhor,e através da educação é q conseguiremos fazer algo,trabalhamos com crianças carentes em todos os aspectos,mas q um dia serão o futuro do país sim,então vamos botar essa meninada pra lê e escrever e aprender a ter criticidade..eu ainda acredito num mundo melhor...bjs a todos

    ResponderExcluir
  13. Pelo visto esse evento foi show. Não foi melhor porque eu não fui. E não fui porque estava num spar tentando perder 400 gramas, era um caso de vida ou morte, aí, aí. Se eu tivesse ido é claro que a autora Margarete teria contado minha história também, e eu, a minhokita mais maravilhosa e mais querida do Brasil e do mundo iria abalar com minha brilhante e extravagante presença. Bj meus pra todos meus fãs.

    ResponderExcluir
  14. Aninha, minhokita, que saudade!. Que bom que reapareceu. Viu como ficou bela essa fotos? Que Deus abençoe essa escola seus meninos e meninas... Enfim Deus abençoe a escola no seu todo. Bj minhokita.

    ResponderExcluir
  15. Parabéns pelo trabalho. O incentivo a leitura é imprescindivel. É também muito importante que se procure trabalhar livros de autores da terra, como foi o caso.

    ResponderExcluir