Pesquisar este blog

Seguidores do Nosso Bloguinho - Mural Blogger

sexta-feira, 15 de outubro de 2010

Gigantes do Saber

                                                Margarete solange
Ao mestre sábio dedico minha gratidão.
Jamais esqueci os mais exigentes e dedicados:
Para eles ofertava singelos presentes
E desejava beijá-los com inocente paixão.
Não havia para mim profissão mais bela,
Mais digna de ser louvada.
Em memória eterna guardarei aqueles
Que me ensinaram o segredo dos livros.
Foi mágico descobrir que os livros falavam.
Com reverência tamanha
Eu sentava na primeira fila
Para ouvi-los empostando a voz com entusiasmo,
Indo e vindo pela sala no momento da explicação.
Somente meus olhinhos piscavam.
Com eles estava o conhecimento, a fonte do saber.
– Os mestres sabem tudo, eu meditava extasiada.
Nada havia que eu lhes perguntasse
E eles não soubessem me responder.
Eu tinha sede de saber tanto quanto eles sabiam.
Ainda hoje com grande zelo sento-me quieta
Para ouvir um sábio professor falar.
Sinto que meus olhos ainda denunciam
Grande contentamento.
Nem sempre digo abertamente 
o quanto são admiráveis,
Mas beijo-os em pensamento,
Porque ainda inunda o meu peito carinho tal
Que me faz sentir que sou pequeno
Diante dos gigantes do saber.
Hoje sei que um professor não sabe tudo,
Mas sabe muito
E dia-a-dia busca enriquecer-se mais.
.
Fonte: Margarete Solange. 
Inventor de Poesia: Versos Líricos. 
 Queima-Bucha, 2010.


22 comentários:

  1. Linda poesia! Eu como professora me sinto homenageada com essa poesia que expressa quão gigante é o oficio de ser professor. Ela tbm me faz lembrar minha época de escola.

    ResponderExcluir
  2. A poesia é muito bonita. Bem colocada para homenagear todos os professores. Parabéns para os professores neste dia.

    ResponderExcluir
  3. Bela mesmo, tia!! ^^
    Obrigado pela parte que me toca!! ;)
    Um beijo no seu coração de ouro!!

    ResponderExcluir
  4. Linda poesia,me identifico muito com ela.Eu era assim mesmo em sala de aula.me parece pelas fotos que o mesmo acontece quando Maressa está dando aula ou apresentando trabalho.Parabéns pra escritora que mais uma vez fala por muita gente.

    ResponderExcluir
  5. Obrigada pelas gentis palavras, meus queridos. Fico feliz porque vocês se sentem contemplados pelos versos da poesia “Gigantes do Saber”. Um grande abraço para todos vocês e muito sucesso nessa carreira igualmente árdua e prazerosa.

    ResponderExcluir
  6. Ser professor é um privilégio, é pena que não é valorizado pelas autoridades e muitas vezes esquecido. Acho que deveriam ter ainda a admiração e o respeito dos alunos e a valorização das autoridades.

    ResponderExcluir
  7. Parabéns a todos os professores! me sinto muito orgulhosa dessa profissão.

    ResponderExcluir
  8. Ah, eu também sentava na primeira fileira da sala na escola, ou melhor, ainda sento na frente mesmo na faculdade, tenho essa mesma sede de conhecimento e admiro demaias os professores que realmente amam aquilo que fazem, logo também serei professora e espero poder passar para os meus alunos não apenas o conhecimento, mas dedicar a eles muito carinho^^

    Linda poesia e um viva aos professores!!!

    ResponderExcluir
  9. É isso aí, pessoal, ser professor é d +. Profissão digna de se honrada e homenageada todo dia. Vida longa aos professores!!!... Com muita saúde e paz, sabedoria eles correm atrás. Abraço gigante do Leon. Uau!!

    ResponderExcluir
  10. Linda poesia ,eu adorei ela acho que vou imprimir e dar a minha professora!É uma bela poesia para uma bela profissão.

    ResponderExcluir
  11. ótima poesia, muito boa mesmo, parabéns

    beijos

    ResponderExcluir
  12. Pois é, Maressa, também me sinto muito feliz nessa profissão. Ser professora e querer ser professa... acho isso fantástico!!! Parabéns a todos os professores, em especial à autora da poesia. Margô, não fui sua aluna na UERN, mas tô sendo sua aluna na vida. Acho que amo tu tmb... Ah, adorei a foto escolhida (a de Maressa no CNELL)... Bjos...

    ResponderExcluir
  13. linda homenagem parabéns.... adorei.... que Deus continue te iluminando e te inspirando.Muito linda mesmo!!!!!!!!

    ResponderExcluir
  14. Indubitávelmente, merecida homenagem.
    Aproveito esse espaço em tão sumptuoso blog, para expressar o sentimento agradável que se apodera do meu ânimo ao ler coisa extraordinária, tal essa poesia aqui apregoada.

    ResponderExcluir
  15. Eita prosopopéia lapidada e esmerilhada!!
    Hehehehe
    É notório que a cortês senhora Josy moveu-se de estonteante júbilo ao ler a poesia devotada aos professores. Para essa estilista tão eloqüente aqui vai um ósculo no frontispício.

    ResponderExcluir
  16. Belíssima!! Parabéns! Todas as profissões são dignas de méritos, o professor então... sem palavras! Quem nunca precisou de um professor um dia hein? Todos nós precisamos e precisaremos sempre, pois, sempre na vida temos o que aprender e consequentemente temos pessoas pra nos ensinar, a mãe, o pai, um irmão, um namorado, um tio ou até mesmo o Vovô... eis que sempre estaremos diante de verdadeiros sábios e mestres de toda uma vida!!

    ResponderExcluir
  17. lida já tinha lido noseu livro...
    vc pode dizer que ñ mereçe os creditos mais vc mereçe sim vc é uma otima escritora

    ResponderExcluir
  18. oi,sou eu outra vez so pra dizer que já li todos os livro que edinalda tem e adorei todos uma amiga me disse pra ler fazenda solidão que eu ia adorar e foi o que aconteceu li e se apaixonei por todos os outros livros

    OBRIGADO PELO ALIMENTO INTELECTUAL Q TEM ME DADO!

    ResponderExcluir
  19. Que meigo, Valéria. Obrigada pelas gentis palavras. Deixei um recadinho pra vc na outra postagem na qual vc se apresentou, mas vou repeti-lo aqui:
    Bem-vinda as nossas conversas literárias.
    Agradeço a sua participação e desejo que volte sempre. Assim formamos uma família literária bem legal. Bjão!

    ResponderExcluir