Pesquisar este blog

Seguidores do Nosso Bloguinho - Mural Blogger

quarta-feira, 8 de maio de 2013

Partida Inteira

                                           poesia de Leontino Filho
Minha alma cega
enxerga o teu corpo
rasgando
os sóis nus da madrugada

Minha alma louca
persegue os teus olhos
incendiando
as luas tortas da noite

Minha alma vã
colhe o teu cheiro
mergulhando
nos ventos doídos da tarde

Minha alma vai
sem pressa
ao encontro
da perdição:
um corpo só corpo
sem alma
a minha


Leontino Filho, poeta cearense, Mestre em Literatura Comparada pela Universidade Federal do Rio Grande do Norte e Doutor em Estudos Literários pela UNESP, Campus de Araraquara, SP, é autor dos seguintes obras:  Amor – uma palavra de consolo, 1982; Imagens, 1984; Cidade íntima, 3 edições: 1987, 1989, 1999; Entressafras, 1988, em parceria com o poeta potiguar Gustavo Luz; Sagrações ao meio, 1993.

Nenhum comentário:

Postar um comentário