Pesquisar este blog

Seguidores do Nosso Bloguinho - Mural Blogger

sábado, 26 de novembro de 2011

Conto de fadas para mulheres do séc. 21


Era uma vez uma linda moça que perguntou a um lindo rapaz:
– Você quer casar comigo?
Ele respondeu:
– NÃO!
E a moça viveu feliz para sempre, foi viajar, fez compras, conheceu muitos outros rapazes, visitou muitos lugares, foi morar na praia, comprou outro carro, mobiliou sua casa, sempre estava sorrindo e de bom humor, nunca lhe faltava nada, bebia cerveja com as amigas sempre que estava com vontade e ninguém mandava nela. O rapaz ficou barrigudo, careca, o pinto caiu, a bunda murchou, ficou sozinho e pobre, pois não se constrói nada sem uma MULHER.
.

Conto de Luiz Fernando Veríssimo



Há sempre uma piadinha para divertir os homens com caricaturas que ridicularizam as mulheres. Não vou negar que me divirto bastante com elas, mas concordo que, por vezes o exagero chega a chocar, com isso as mulheres ficam bem chateadas. Deu para sentir isso quando postamos aqui no Bloguinho a crônica “Bom Marido” de Fernando Veríssimo. Acho natural que elas queiram dar o troco! Assim sendo, ai vai a nossa singela contribuição masculina para a revanche das mulheres. Afinal, concordo plenamente com a escritora Margarete que diz em sua poesia “Às Mulheres”,  “Quem pode existir sem ela?”


É isso ai, menina, lindas, 
maravilhosas e fashion desse 
nosso querido bloguinho, 
não vamos deixar barato, não! 
Deixa um recadinho, 
nem que seja um sonoro
KKKKKKKKKK




Para ler a crônica “Bom Marido”, acesse

Para ler a poesia "Às Mulheres', acesse

7 comentários:

  1. KKKKKKKKKKK
    Ai, ai
    Quem perdeu foi o cara que não soube aproveitar a mulher bela e intelingente.
    Foi botar banca, tá ai no que Deu.
    KKKKKKKKKKKKKKKKKKK

    ResponderExcluir
  2. Valeu Leon!
    Só mesmo um homem romântico e inteligente para entender a cabeça das mulheres.

    ResponderExcluir
  3. Se esse texto é mesmo do Fernando Veríssimo, ele fica mais ou menos perdoado pelo que fez com as mulheres na crônica "Bom Marido".
    Brincadeirinhas feminina, gente...
    A crônica "Bom Marido” é muito divertida.
    É isso ai, um escritor é assim mesmo, tem que jogar nos vários times. Afinal, com sua arte de escrever ele tornar-se representante das pessoas de modo geral e não unicamente de uma classe, se assim for, ele trona-se limitado, incompleto.
    As crônicas de Veríssimo são bem legais, inteligentes!!!

    ResponderExcluir
  4. Adorei essa foi boa. O que seria dos homens sem as mulheres kkkkkkkkkkkkk

    ResponderExcluir
  5. Valeu, Aninha, minha musa inspiradora.

    Esse conto é bem divertido, mas quando chega na parte do “ficou pobre e o pinto caiu” passa a ser uma tragédia.
    Requintes de crueldade!

    ResponderExcluir
  6. Olá! Gostei do blog..muito bonito...postagens suaves...
    Parabéns!
    Boa semana!

    ResponderExcluir
  7. kkkkkkkkkkkkkk,se ele encontrar essa muher vai ter suicídio no pedaço kkkkkk.Pois é meu lindo Leon,o pinto cai mesmo casando, imagine rejeitando uma mulher assim como ele fez.Ficar pobre é o D- tá!Vê se em 2012 vc arruma uma namorada,já q/ com Aninha ñ deu,ñ quero te ver velho desdentado,careca,barrigudo,engilhado,pinto caído e sozinho.

    ResponderExcluir