Pesquisar este blog

Seguidores do Nosso Bloguinho - Mural Blogger

segunda-feira, 10 de setembro de 2012

Conheça seu temperamento

Há séculos, filósofos, psicólogos, psiquiatras etc. tem utilizado diversos 'nomes' para classificar os tipos de temperamentos ou jeito de ser das pessoas. Todavia, a partir da teoria humoral de Hipócrates, e do tratado de Galeno, médico grego, os quatro temperamentos básicos ou humores são assim denominados: sanguíneo, fleumático, colérico e melancólico. Essa teoria se baseia em quatro fluidos corporais básicos: sangue, fleuma, bile amarela e bile negra. De acordo com os gregos a predominância de um ou mais destes fluidos determina o tipo de humor ou temperamento de cada individuo. Dessa forma, o sangue estaria ligado ao humor do tipo sanguíneo; a fleuma, ao humor do fleumático; a bile amarela ao humor do colérico, e a bile negra (ou escura) ao humor melancólico. Galeno foi o primeiro a chamar os humores de “temperamentos”. Ele formulou tão bem essa teoria que durante séculos ela permaneceu como a grande obra de referência sobre assunto. Geralmente temos características de dois ou mais temperamentos, porém há sempre um que é o dominante. Vejamos a seguir algumas características desses quatro temperamentos básicos.

Fleumático
Calmo e silencioso, consegue se manter controlado e impassível. É extremamente flexível e confiável. O fleumático é modesto, discreto e trabalha em silêncio, mas ao contrário do melancólico, não fica remoendo o passado e nem é medroso diante do perigo, apenas é um individuo que prefere guardar suas impressões para si mesmo e não costuma falar demais.

Virtudes do Fleumático
É leal e discreto, excelente companheiro e chefe de família. Bastante inteligente e capaz, procura manter-se equilibrado. Aceita os outros como eles são. Seu lema é “o que passou, passou”.
 Fraquezas do Fleumático
.
Indecisão, grande dificuldade de tomar posicionamento porque não gosta de se comprometer; Sua tranqüilidade e passividade excessiva acaba prejudicando a convivência por parecer uma pessoa preguiçosa, a quem falta interesse e dedicação.
Sanguíneo 

Alegre, extrovertido, barulhento, espalhafatoso e impulsivo. Tem grande confiança em si mesmo, porém não costuma ser perseverante naquilo que faz, geralmente tem dificuldade de concluir o que começa. Gosta de tudo que é belo e charmoso. Costuma ser ótimo comunicador e orador
Virtudes do Sanguineo
Otimista por natureza, procura sempre ver o lado bom das coisas, não se deixa abater por muito tempo. Gosta de falar e interagir com as pessoas, é alguém fácil de se amar, é carinhoso e tem facilidade de perdoar.
 Fraquezas do Sanguineo
Vaidade e narcisismo: preocupado com a aparência possui forte inclinação à vaidade e a autocomplacência. Presta atenção à aparência das outras pessoas, e isso o deixa inclinado ao flerte, ciúme e inveja. Auto-imagem deturpada; tem dificuldade para reconhecer as próprias fraquezas e admiti-las.
 Colérico

Entusiasta por natureza, nunca está satisfeito com o que é simples e comum, é ambicioso e entre seus sonhos mais comuns estão o desejo de fazer fortuna e de conquistar uma posição de prestígio no mundo dos negócios. Aqueles que têm forte tendência a arroubos emocionais e grande capacidade de liderança.
Virtudes do colérico
Paixões intensas e determinação; intelecto privilegiado e grande capacidade de liderança; enorme força de vontade, quando se depara com obstáculos, reúne todas as suas forças e persevera até atingir seus objetivos, custe o que custar. Por isso, os coléricos são excelente profissionais.
 Fraquezas do colérico
Dominador e autoritário, tem “fome de poder”. Para realizar grandes feitos torna-se imprudente e apressado, sua impetuosidade pode acabar deixando o bom senso de lado. Orgulho e teimosia impedem o colérico de ver as coisas com mais clareza. Geralmente os coléricos são “cabeças-duras”, por isso é bem difícil convencê-los de que existe uma forma melhor de fazer algo.
Melancólico

Natureza introspectiva e séria. Tem forte tendência a ficar remoendo os acontecimentos e, com o passar do tempo, o mesmo algo que foi insignificante, pode tornar-se mágoas ou traumas bem difíceis de ser restaurados.
Virtudes do melancólico
Costuma ser prudente, age com retidão e benevolência; inclinação a reflexão, costuma organizar sua vida no âmbito mental, antes de colocar as idéias em prática. São excelentes estrategistas e consultores porque ponderam tudo antes de agir e dão valor aos pequenos detalhes; Possuem alto grau de comprometimento, é detalhista por natureza, costuma cumprir suas obrigações com dedicação e destreza.
Fraquezas do melancólico
Inclinação à passividade, excesso de timidez, (relacionada ao medo), evita correr riscos. Na verdade um individuo melancólico tem grande força de vontade e talento, porém, suas fraquezas naturais são suplantadas por seus temores.

Exemplo Bíblico de Colérico:
Aposto Paulo

Exemplo Bíblico de sanguíneo:
Apostolo Pedro

Exemplo Bíblico de fleumático
Abrão 

Exemplo Bíblico de melancólico

Moisés



Referências
BERNARDELLO, M. P. Os quatro temperamentos
São Paulo, Nova cultural Ltda. 
LaHAYE, Tim. Temperamento controlado pelo espirito. 
São paulo, Edições Loyola, 1974
Os temperamentos In Rainha especial. 
Santa Maria, RS: Editora Rainha, 1973
link dessa imagem 

Lugar para as águias

2 comentários:

  1. Da dúvida cruel!!!!!!
    sou algo misturado (sanguíneo e colérico )

    ResponderExcluir
  2. Sei não, Léo...
    mas te acho com um feito um tanto fleumático.

    ResponderExcluir