Pesquisar este blog

Seguidores do Nosso Bloguinho - Mural Blogger

segunda-feira, 15 de abril de 2013

Análise da Poesia "Às Mulheres"

                  Texto de Jucymário de Lima, 
estudante do segundo período 

de letras Espanhol, (uern),
apresentado à disciplina
Teoria da Literatura.
          

         Às Mulheres
                                                                   Margarete Solange
Quem pode entender as mulheres?
Elas são tão complicadas,
Carentes, dengosas,
Mui amadas, maravilhosas.
Difíceis de se contentar com tão pouco.
Reclamam, principalmente com quem amam,
Mudam de estilo como o camaleão,
Mesmo na simplicidade são vaidosas,
Até as feias são charmosas,
Gostosas de abraçar,
Irresistíveis, ternas, maternas, talentosas,
Frágeis, ágeis, perigosas...
Brilhantes como o sol, bravias como o mar,
Encantam... Embora não sejam tão apreciáveis
Em todas as suas fases:
Minguantes, ficam implicantes,
Depressivas, prontas para atacar,
Ou chorar por qualquer razão.
Rosas perfumadas com beleza e espinhos,
Braços para abraçar, palavras para ensinar,
Lições para guardar no fundo d’alma.
Por causa delas o mundo se comove,
E nas batalhas vencem sem usar armas mortais.
As mulheres são: de dia como o sol,
De noite como a lua, como o céu cheio de estrelas.
Quem pode resistir aos seus encantos?
Quem pode existir sem elas?

Moraes, Margarete Solange.
Inventor de Poesia, p. 23,
Queima Bucha, 2011.

 Quanto à forma

A poesia “Às Mulheres”, de Margarete Solange, é uma poesia moderna, de uma única estrofe, distribuída engenhosamente em 27 versos livres, no que se refere à métrica. Quanto à rima são irregulares quanto à posição e misturadas e emparelhadas, portanto podem ser representadas pelo seguinte esquema rítmico:
.
Abcbcaeeaacccdfggchhidaafiiiddabdddjjdll



Ao longo da poesia, existe a repetição das palavras

Mulheres, tão, são.


No verso “... Lições para guardar no fundo d’alma.”, há Elisão que é um artifício usado na poesia para adequar o numero de sílabas poéticas dentro de um verso.


Nos versos “Mui amadas, maravilhosas.

Difíceis de se contentar com tão pouco.

Reclamam, principalmente com quem amam,

Mudam de estilo como o camaleão,...”, podemos perceber a repetição da mesma consoante ao longo dos versos.

Evidenciando a presença da Aliteração de M, L, C e assonância de A e O.


Nos versos “... As mulheres são: de dia como o sol,...” podemos perceber a similaridade/comparação.


Vejamos mais algumas figuras de linguagem

Símile ou comparação
Como o camaleão,
Brilhantes como o sol,
Bravias como o mar,
De dia como o sol,
De noite como a lua,
Como o céu cheio de estrelas.

Sinestesia
Gostosa de abraçar = remete ao tato
Rosas perfumadas= ao olfato

Metáfora
Diz que as mulheres são Rosas, portanto usa um sentido figurado para dizer que as mulheres são belas.
Brilhantes para dizer que são intensas

Metonímia
Minguantes = depressivas, passam por fases de humor delicado

Antítese:
feias - charmosas
sol -lua
noite - dia
simplicidade - vaidosa


Quanto ao conteúdo


O poema homenageia as mulheres mostrando certas particularidades que, mesmo não sendo características de todas, mostra um retrato da classe de modo geral, suavizado as falhas e enfatizado as virtudes. Nesse poema, a figura da mulher é associada a elementos da natureza que tem força e beleza como sol, mar, lua e estrelas. Ao comparar a mulheres com a lua, em suas fases, refere-se às variações de humor pelas quais passam as mulheres em dias de estresse ou mesmo mensalmente durante o período menstrual, quando se torna depressiva, delicada, melindrosa ou agressiva, pronta para chorar por qualquer razão. Encerra estabelecendo a soberania da mulher quando insinua que não se pode existir sem ela.


Texto enviado por 
Jucymário de Lima 

19 comentários:

  1. Gosto muito dessa poesia.Muito legal a análise, e muito boa a escolha da poesia e da autora.

    ResponderExcluir
  2. Boa análise.
    Eu gosto muito de sinestesia, mas principalmente quando é na forma:
    Cheiro creme, Sons Doces.
    quando mistura duas sensações.
    Amei a poesia também, já conhecia
    Beijos

    ResponderExcluir
  3. Num é, o menino fez a análise bem direitinho.
    e pegou a poesia melhor que tinha na literatura.
    tem que tirar um dez. kkkkkkkkkkk

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Não conheço ele não, mas pela foto ele parecer ser exibido....kkkkkk

      Excluir
    2. Maria José, eu não sou exibido... kkkkkkkkkk
      Essa foto foi tirada em uma festa de formatura, eu estava me divertindo com amigos e familiares...

      Excluir
  4. Olha aqui, Maria,
    eu não desejo que esse analista de poemas seja exibido não,
    porque quem trabalha como exibida nesse blog sou eu,
    e não quero perder meu emprego.
    Tudo bem que a análise que ele fez tá bonitinha,
    e o poema também é bonitinho, especialmente nas partes em que a autora se refere diretamente a mim....
    O fato é que no mural ao lado tem uma enquete para votar em mim como personagem favorito deste blog e até agora só tenho 15 votos.
    Gente me ajude!
    E tem mais, antes eu tinha 17 votos, agora só tenho 15?
    Quem foi quem desistiu de mim como favorita?
    Logo eu que sou tão... tão... tão máxima?!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. E você, dona Aninha, se cuide pra não perder o emprego pra mim, viu?!

      Excluir
    2. Ei....
      seu analista de poema, você já votou em mim na enquete ali....
      bem ali do lado?
      se não votou vá lá votar, viu?!
      E peça pra seu amigo marquinhos,
      que está muito fashion de gravata, votar também.
      Big bj da super EU!

      Excluir
  5. Maria José, eu o conhece, pense no cara exibido. kkk

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Tenha vergonha Marcos, mentir é pecado...

      Excluir
    2. E agora fiquei em dúvida, qual dos dois é mais exibido?
      kkkkkkkkk

      Excluir
  6. Maria José, eu não sou exibido... kkkkkkkkkk
    Essa foto foi tirada em uma festa de formatura, eu estava me divertindo com amigos e familiares...
    E você, dona Aninha, se cuide pra não perder o emprego pra mim, viu?!
    E a minha Professora, Pastora e amiga MARGARETE SOLANGE meus sinceros agradecimentos por colocar minha singela análise em seu blog, fiquei muito inseguro por fazer essa análise, pois a autora da obra estava assistindo a apresentação, mas por ser o dia internacional da mulher, quis fazer uma homenagem as mulheres da sala e até a própria autora... Beijo a todos.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. -Ele não é exibido, mas quer o emprego de ser o mais exibido.

      Vai entender. kkk

      Excluir
    2. A editora do blog não é ela não,
      sou eu, tá?! portanto, comporte-se.

      Excluir
    3. kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

      Excluir
  7. Eita, o chat por aqui tá é animado,
    Desse jeito vamos ter que arranjar um lugarzinho pro dois neste blog.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Concordo plenamente Senhora Marina Bravia...
      rsrsrrssrsrsrsrs

      Excluir