Pesquisar este blog

Seguidores do Nosso Bloguinho - Mural Blogger

sábado, 22 de maio de 2010

FAMÍLIA É TUDO DE BOM! - Crônica

.
Escrito por Margarete Solange em Abril de 2010

.
Sou de uma família grande. Meu pai nasceu em Araruna, na Paraíba e minha mãe em Jardim de Angicos. Eu nasci em Natal, e morei lá desde o meu nascimento num mesmo bairro: o alecrim. Só mudei depois que casei, aos 19 anos. Meu pai foi um dos primeiros moradores a construir sua casinha naquele local. Foi ele quem escolheu e registrou o nome de nossa rua, “Mirabeau Pereira”. Isso nos fazia importante na redondeza. Minha mãe e meu pai sempre foram motivo de orgulho porque são talentosos, minha mãe bordava com perfeição, usando uns bastidores de madeira e linhas coloridas, fazia bordados lindos! E meu pai, parecia um gênio, sabia criar, fazia de tudo um muito. Oficialmente tenho oito irmãos. A irmã mais velha é cabeleleira e os dois mais novos são policiais. Os irmãos mais velhos implicavam com os mais novos. Brigávamos. Coisas de irmãos. Minha irmã mais nova hoje mora em são Paulo, divulga meu trabalho por lá. Atualmente moro em Mossoró, terra de gente determinada, gosto bastante das pessoas e da cidade. Tornei-me uma filha adotiva desse lugar, muita gente confunde dizendo que sou daqui. Tenho três filhos maravilhosos, inteligentes e talentosos. Minha filha, a bonequinha que tanto eu enfeitava com meias, laços e fitas, cresceu e casou, chorei... Depois para me consolar transformei o quarto dela numa sala de estudo. Pois é, a família vai fugindo de fininho para morar cada um no seu novo cantinho, mas a vida inteira permanece unida por um laço forte de sangue e vida. A família é como um grande lençol que nos abriga da noite e do frio, em dias quentes não nos cobrimos, mas o lençol está ali por perto, servindo de travesseiro Ter uma família é tudo de bom e de belo. Ter uma família é uma poesia divertida, doída, doida e boa de mais.
.
.

*       *       *

.

10 comentários:

  1. Ei Margarete vou logo te aconselhando, desaruma esssa sala de estudo pq daqui a pouco vão chegar por ai, muitos netos e vão bagunçar tudo, é melhor deixar como cômodo dos netinhos, ja pensou nisso.rsrsrs

    ResponderExcluir
  2. É, família é o fundamento de nossas vidas, a base de tudo, aquele alicerce insubstituível, do qual necessitamos todos os dias dessa nossa breve existência, né?! Adorei o texto! ;D

    ResponderExcluir
  3. Amei o texto. É bom todo mundo ter uma família assim aconchegante e achar que a família é importante. Quando a gente tem uma família engraçada a gente se diverte e se sente feliz por isso.

    ResponderExcluir
  4. Ah, há! O pessoal do penso&ampo sempre fazendo gracinhas, heim? Não tinha pensado nisso ainda não... Mas enquanto esses netinhos não chegam, deixa o meu quartinho de estudo quieto. É nele que passo o dia trabalhando... escrevendo coisas.
    Hum... Agora estou entendo o sentindo real do blog pensoefalo: a pessoa vai pensando e vai falando... hehehehe

    ResponderExcluir
  5. Belo artigo. A família é criação de Deus e é bom que ela sempre continue com o seu papel. Sempre fomando pessoas de bom caráter. É bom ter uma família grande ou pequena pra se apoiar. Parabéns.

    ResponderExcluir
  6. Parabéns mesmo! O pensoefalo está certinho.A casa da minha mãe é pequena pra acomodar todo mundo.É muito gostoso ter uma família bacana.A minha é maravilhosa,abençoada por Deus.

    ResponderExcluir
  7. Legal! Ter uma familia é muito bom, seja ela pequena ou grande, é bom ter uma.

    ResponderExcluir
  8. lindo artigo, principalmente a parte dos três filhos maravilhosos inteligentes e talentosos(hehe)

    ResponderExcluir
  9. È Verdade, a familia é tudo, é o fundamento de nossas vidas, a familia é a melhor coisa que se pode ter, principalmente quando Deus se faz presente...

    ResponderExcluir
  10. A familia foi a 1ª instituição criada por Deus, e é por isso que vemos muitas delas destruidas, desordenadas, sem amor, filhos matando seus pais e pais abandonando seus filhos. Mas felizmente, nem todos pensamos e agimos assim. Deus criou o Homem pra viver em grupo, e ainda que esse grupo seja pequeno, já vale a pena.

    ResponderExcluir