Pesquisar este blog

Seguidores do Nosso Bloguinho - Mural Blogger

terça-feira, 22 de junho de 2010

ESCRITOR JOSÉ SARAMAGO

Em 18 de junho de 2010, aos 87 anos, morre o escritor, jornalista, romancista, contista e poeta, José Saramago, ganhador do prêmio Nobel de Literatura em 1998 e do Prêmio Camões 1995. Saramago nasceu em 16 de novembro de 1922 na provínvia de Ribatejo, Portugal. Aos 25 anos, publicou seu primeiro Ramance “Terra do Pecado”. O trabalho seguinte “Clarabóia” foi rejeitado pelo seu editor e permaneceu inédito. Anos depois publica dois livros de Poesias: “Os Poemas Possíveis” e “Provavelmente Alegria”. Suas principais obras são: Memorial do Convento, 1982; O ano da morte de Ricardo Reis, 1984; A Jangada de Pedras, 1986; História do cerco de Lisboa, 1986; Ensaio sobre a Cegueira, 1995 e O Homem duplicado, 2002.
.
 Ao longo de sua vida, Saramago disse e escreveu pensamentos interessantes, vejamos alguns desses pensamentos a seguir:
.
"Não tenhamos pressa, mas não percamos tempo."
.
"Gostar é provavelmente a melhor maneira de ter, ter deve ser a pior maneira de gostar."
.
"O que as vitórias têm de mau é que não são definitivas. O que as derrotas têm de bom é que também não são definitivas."
.
"não é raro que uma coisa má traga consigo uma coisa boa, fala-se menos das coisas más trazidas pelas coisas boas" (Ensaio sobre a cegueira)
.
“Se eu voltar a ter olhos, olharei verdadeiramente os olhos dos outros, como se estivesse a ver-lhes a alma...” (Ensaio sobre a cegueira).
.
“Dentro de nós há uma coisa que não tem nome, essa coisa é o que somos.” (Ensaio sobre a cegueira)
.

"Se podes olhar, vê. Se podes ver, repara."
(livro dos conselhos)
.
ELOQUÊNCIA

Um verso que não diga por palavras,
Ou se palavras tem, que nada exprimam:
Uma linha no ar, um gesto breve
Que, num silêncio fundo, me resuma
A vontade que quer, a mão que escreve.
.
JOSÉ SARAMAGO
.

.
"Todos sabemos que cada dia que nasce é o primeiro para uns e será o último para outros e que, para a maioria, é só um dia mais."
.
E isso aí...
Palavras
de um grande homem:  jornalista, dramaturgo, romancista, contista, poeta e pensador.

.
Ao grande escritor Português nossa singela homenagem. Para aqueles que ainda não conhecem o autor e suas obras e são apaixonados por leitura, recomendamos que procurem conhecer pelo menos umas das principais obras citadas nessa página. Os que apreciam a leitura, mas não dispõem de tempo para ler, podem ver o filme “Ensaio sobre a Cegueira” muitíssimo interessante.
.

 
A obra “Ensaio Sobre a Cegueira” foi adaptada para o cinema. Produzido no Japão, Brasil e Canadá, foi lançado em 2008, tendo como diretor Fernando Meirelles.
.
E aí, pessoal, quem de vocês já leu pelo menos uma das obras de Saramago? Alguém já viu o filme? Que tal? Vamos participar opinando sobre o autor e sua obra.
.
Fontes:
Guia de Leitura: 100 autores que você precisa ler, org. Léa Masina. Porto alegre: L&PM, 2009;
SARAMAGO, José. Ensaio sobre a Cegueira. São Paulo: Companhia das Letras, 1995.
Wikipédia, a enciclopédia livre.
.

7 comentários:

  1. Estou com a consciência bem pesada,não li nada do escritor,vou procurar ver o filme e quem sabe alguma outra obra.

    ResponderExcluir
  2. É, esse Saramago deve ser bom mesmo. Foi bom saber algo a seu respeito, pois assim poderemos opinar. Vou procurar ver o filme. Parabéns pela reportagem....

    ResponderExcluir
  3. Li o livro “Ensaio sobre a cegueira em abril de 2009. Excelente! É o tipo de livro que você não quer largar e tem saudade porque vai terminar. Sempre que leio um livro gosto de deixar um recadinho de apreciação na página inicial da obra. Nesse livro, escrevi o seguinte parecer: “Muito bom! Parabéns, Saramago, pelo trabalho criativo. Você se iguala a Cervantes, coisa rara, porque em minha opinião Cervantes é o melhor escritor de todos os tempos.”

    ResponderExcluir
  4. Muito legal a homenagem. Na verdade ainda não li nem um livro de Saramago, mas assiti o filme ensaio sobre a cegueira, acredito que o livro seja tão bom quanto o filme.

    ResponderExcluir
  5. Já ouvi falar nesse nome, mas não li seus livros, nem vi o filme. Pelo visto é um grande homem. Deixou sua sabedoria escrita. Acho interessante que a sabedoria é a riqueza maior que o homem possui, mas quando ele morre leva consigo, não adiante brigar por ela. Tenho uma pergunta: antes de morrer ele ficou cego?

    ResponderExcluir
  6. Não, Maria, Saramago não estava cego. Este trecho que diz “Se eu voltar a ter olhos, olharei verdadeiramente os olhos dos outros, como se estivesse a ver-lhes a alma...” faz parte de um diálogo entre os personagens do Livro “Ensaio sobre a cegueira”

    ResponderExcluir
  7. Eu confesso que não conhecia ainda esse autor.

    ResponderExcluir